domingo, 15 de novembro de 2009

"Não importa se os animais são incapazes ou não de pensar. O que importa é que são capazes de sofrer"

Gente, quero deixar aqui um depoimento muito pessoal. Não vou dizer que não comprarei nunca mais um cãozinho, mas com certeza, se fizer isso, vou procurar muito bem. Recebi um email com fotos de um canil onde os humanos usavam as cadelas para se sustentar, máquinas de parir. Uma gravidez em cima da outra, sem cuidados de saúde, sem boa alimentação, sem higiene, sem cuidado nenhum. As três cadelas estão cegas, magras, desdentadas, com sarna. Uma é fêmea de buldogue francês, uma é pinscher e a outra, pasmem, yorkshire. Estavam largadas, no fundo de um quintal, provavelmente para morrer. Gente, nem considerei por as fotos aqui, de tao horripilantes! Entao, por favor, se você ama os animais, não compre filhotes vendidos nas ruas, nas praças. Se deseja um cãozinho de raça, compre de um criador responsável. Seu amiguinho peludo não precisa de registro para ser um grande companheiro. Ou faça melhor ainda, adote um cãozinho. Tenho recebido tantas mensagens oferecendo inclusive cães de raça, que donos irresponsáveis abandonam por aí. Antes de gastar um dinheirão, deviam pensar que o animalzinho precisa ser ensinado, lavado, alimentado, medicado, despulgado etc. Dá trabalho e despesa. Na loja, dentro da gaiola, ou na cesta onde o carregam, é lindinho, mas não é bibelot. É vivo, sente fome, frio, dor e quer dar e receber carinho. E não deve ser largado por aí, em qualquer lugar, sem comida e sem abrigo. Eu não sei quem é ou foi Jeremy Bentham, mas foi ele que disse: "Não importa se os animais são incapazes ou não de pensar. O que importa é que são capazes de sofrer".

3 comentários:

ROSALBA disse...

Lindas as gatas, ambas!!!!!
Que beleza de bloquinhos, querida.
parabéns, Adorei.
rosalba.

Tereza Borges disse...

Olá Aninha, sou a Raquel do Coisas de Miúdas, amei esse blog, e o KIko né uma graça, já tivemos um Kiko aqui em casa também, mas hoje ele mora no céu.
Gostei muito de estar aqui e voltarei mais vezes.

Bjs

Tereza Borges disse...

Olá Rosa, dias desses, estava uma chuva de arrasar o Rio de Janeiro, meus cachorros estavam numa agitação, resolvi verificar o que acontecia na rua, não é que deixaram um cachorrinho amarrado no meu jardim (tenho um jardim que fica na rua em frente a minha casa) fiquei tão chateada, pois o bichinho ali na chuva, chuva não, tempestada, temendo mais que vara verde de frio, noite, levei o pobrezinho para casa, para ficar somente até amanhecer, pois aqui já temos: foguinho, petrus, priscila, nina, duny, flock, quem disse que o outro foi embora no dia seguinte? foi nada, agora esta aqui também o bily....
Infelizmente, existem pessoas que pensam que os animais, são objetos, um sapato, uma panela velha... e simplesmente descartam quando não querem mais.
Jesus, onde vamos parar.
Desculpe toda essa narrativa, mas a sua postagem sobre o sofrimento dos animais me incentivou.
Bom final de semana.

Bjs